PM contra garimpeiros

Em dezembro de 1987 os garimpeiros de Serra Pelada ocuparam a ponte rodoferroviária sobre o rio Tocantins, em Marabá, no Pará, numa manifestação de protesto. O governador do Estado, Hélio Gueiros, determinou a desobstrução da ponte pela Polícia Militar, que recorreu à força para retirar do local os garimpeiros, 5 mil ou 10 mil, segundo as diversas estatísticas apresentadas. No choque com a tropa, composta por 350 soldados, três garimpeiros teriam sido mortos, segundo a versão oficial. Os garimpeiros se referiram a quatro mortos e 20 desaparecidos.

(O Liberal,Belém/PA, 11/01/1988)