Malária mata yanomamis

Entre janeiro e outubro de 1989, morreram de malária em Roraima 59 índios yanomami. Mas já estavam infectadas pela doença 60 áreas indígenas. Os casos mais graves foram registrados na região do Paapiú e nas reservas de Parimiú e Xiriana. Dezenas de índios chegavam a Boa Vista doentes.

(Folha de S. Paulo, São Paulo/SP, 24/11/1989)