Político assassinado em Itaituba

Raimundo Silva de Souza, vereador do PSB (Partido Socialista Brasileiro) de Itaituba, no Pará, foi assassinado com um tiro de cartucheira calibre 20 no dia 26 de julho de 1989, quando saía de sua casa, num bairro da cidade.

Segundo o presidente do partido, o então deputado federal Ademir Andrade, Raimundo teria sido a 40ª pessoa assassinada em seis meses na região por quadrilhas envolvidas com o narcotráfico e a venda ilegal de ouro, que tinham poder e contavam com a cobertura de políticos.

O deputado verificou, numa funerária de Itaituba, no oeste do Estado, uma média mensal de 15 óbitos causados por essas quadrilhas.

(Jornal do Brasil, RJ, 02/08/1989)