Madeireiros invadem reserva

Em dezembro de 2000, cerca de 300 madeireiros peruanos invadiram a reserva dos índios Ashaninka, no extremo oeste do Acre, atrás de mogno e cedro, as árvores mais valiosas da região. A reserva Campa do rio Amônia, com 82 mil hectares, na fronteira do Brasil com o Peru, é habitada por 350 índios.

(Folha de S. Paulo, São Paulo/SP,, 28/12/2000)