Novas reservas indígenas

Em julho de 1971, o presidente Garrastazu Médici assinou decretos criando as reservas indígenas Kararaô, no município de Altamira, e Parakanan, em Tucuruí, ambas no Pará, e Waimiri-Atraori, no município de Airão, no Estado do Amazonas.

A exposição de motivos do ministro do Interior, Costa Cavalcanti, esclareceu que, com o advento das rodovias Transamazônica e Manaus-Caracaraí, “tornou-se necessária a criação das referidas reservas indígenas, a fim de preservar o local de habitação dos diferentes grupos silvícolas, bem como a sua fixação em áreas suficientemente extensas, com a finalidade de garantir-lhes a sobrevivência”.

À Funai foi dado o prazo de dois anos “para apresentar ao Ministro do Interior projeto de redução das áreas reservadas, desde que julgadas excessivas às necessidades dos índios que as ocupam”. Os decretos descreveram as áreas, sem definir-lhes o tamanho, pendente ainda de demarcação.

(Folha do Norte, Belém/PA, 25/07/1971)