Produção de bauxita da MRN

A Mineração Rio do Norte, maior produtora de bauxita das Américas, produziu em 1990 oito milhões de toneladas do minério, recorde até então (no ano anterior chegara a 7,5 milhões). Venezuela, Canadá, Estados Unidos e países europeus ficaram com 70% da produção.

Do que foi destinado ao mercado nacional, 90% foram para a Alumar, em São Luís do Maranhão, e 20% para a Companhia Brasileira de Alumínio, do grupo Ermírio de Moraes, detentor de 10% do capital da MRN.

Em 1990 a empresa investiu 9,6 bilhões de cruzeiros (valor da época), gerando Cr$ 3,2 bilhões em ICMS. Na vila residencial de Porto Trombetas moravam então cinco mil pessoas.

(O Liberal, Belém/PA, 20/12/1990)