Ameaça aos índios em Rondônia

No final de 1990, garimpeiros começaram a invadir várias reservas indígenas em Rondônia à procura de ouro. Os primeiros alvos foram dois pontos da reserva dos uru-eu-wau-wau, em Bom Princípio e nas cercanias de Jaru, a 250 quilômetros de Porto Velho. Depois, se deslocaram para o norte do Estado, atingindo a reserva, de 195 mil hectares, onde se abrigaram os últimos índios karipuna.

Antes do contato com os brancos, eles somavam 100 indivíduos. Em 1990, restavam cerca de 20 índios. A Funai temia a extinção dos karipuna com a invasão. O órgão se dizia sem recursos para atuar nas 17 áreas indígenas de Rondônia.

(Folha de S. Paulo, São Paulo/SP, 02/01/1991)