Trabalho escravo na fazenda

Uma operação conjunta da delegacia regional do Ministério do Trabalho e da Polícia Federal comprovou que 63 trabalhadores eram mantidos em regime de escravidão na fazenda Santo Antônio, de propriedade de Antônio Inácio da Silva, distante 45 quilômetros da sede do município de Redenção, no sul do Pará.

A fazenda existia de fato, mas não de direito. porque não possuía qualquer registro, nem mesmo CGC. Cinquenta trabalhadores foram indenizados pelo gerente da propriedade e 13 foram contratados por outra fazenda.

(O Liberal, Belém/PA, 05/07/1986)