Grande apreensão de cocaína

A Polícia Federal efetuou, em julho de 1991, a maior apreensão de cocaína até então ocorrida no Brasil. Foram 554 quilos da droga pura, que era transportada por dois irmãos do deputado federal Jabes Rabelo, seu assessor parlamentar, Abdiel Rabelo, e pelo piloto particular Nobias Pinto Rabelo. Um terceiro homem também foi preso e um quarto conseguiu fugir.

Os 542 pacotes de cocaína, com suásticas negras neles impressas (a marca do Cartel de Cáli), chegaram a Rondônia em um jatinho particular. De lá foram transportadas por terra para São Paulo, onde houve a apreensão. De navio, seguiriam para a Europa.

Abdiel, com várias passagens pela polícia, uma delas por tráfico, mas de pequena monta, era transportador do Cartel de Cáli, a segunda maior organização mundial do tráfico, depois do Cartel de Medellin. De Cali sai 60% da droga vendida nos Estados Unidos e na Europa. Na época, o quilo da cocaína no mercado internacional estava avaliado entre 20 mil e 22 mil dólares.

(Jornal do Brasil, Rio de Janeiro/RJ, 11/07/1991)