Nióbio no Amazonas

Em maio de 1984, a CPRM (Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais) anunciou ter descoberto uma jazida de 2,8 bilhões de toneladas de minério de nióbio no município de São Gabriel da Cachoeira, no rio Negro, no Estado do Amazonas.

As reservas brasileiras eram então de 4,5 bilhões de toneladas, localizadas em Araxá e Tapira, Minas Gerais, e Catalão, Goiás, representando 95,4% das reservas mundiais desse minério. O nióbio é um metal empregado na siderurgia para a produção de ligas e aços especiais usados em motores a jato, mísseis, aeronaves supersônicas e espaciais e equipamentos militares em geral.

(Diário do Pará, Belém/PA, 23/05/1984)