Exploração florestal

No início de 1961, os governos dos Estados do Pará e do Amazonas concederam à empresa Indústrias Florestais do Amazonas S/A permissão para fazer exploração florestal em terras devolutas estaduais pelo prazo de 25 anos, que poderia ser prorrogado.

(Folha do Norte, Belém/PA, 16/04/1961)