Posseiros matam pistoleiro

Em dezembro de 1986, uma tropa da Polícia Militar deu cobertura a uma ação de despejo executada por um falso oficial de justiça, em Marabá, no Pará. O mandado de reintegração de posse foi conseguido pelos proprietários das fazendas Água Fria e Pedra Furada, José Batista Veloso e Jarbas Alves da Silva, contra 54 posseiros, mas quase 300 famílias foram desalojadas com a utilização de violência, que resultou na destruição de suas casas e perda de benfeitorias.

O falso oficial de justiça Alan de Jesus era, na verdade, funcionário no escritório do advogado dos fazendeiros. No retorno ao povoado de Eldorado, a 10 quilômetros de Marabá, os lavradores mataram o pistoleiro Wanderley Marques da Silva, mais conhecido como Valtinho, que havia sido preso e foi solto logo em seguida. Ele teria comandado as violências.

Fonte: O Liberal (Belém/PA), 29/12/1986