Fazenda do Bradesco

Em 1967, a Sudam aprovou o projeto da Companhia Melhoramentos da Ligação Agro-Pecuária, com sede no quilômetro 278 da rodovia Belém-Brasília, no município de Paragominas, no Pará. Além da cria, recria e engorda de boi, e a criação de cavalos, jumentos e porcos de raça, a empresa se propunha a fazer a industrialização da madeira da região, o beneficiamento de arroz e a produção de ração animal.

Os sócios no empreendimento eram o banqueiro Amador Aguiar, presidente do Bradesco. Jayme Watt e José Teles de Menezes, ambos fazendeiros com tradição no setor. O projeto seria implantado em seis anos, com investimento de 9,5 bilhões de cruzeiros antigos (moeda da época).

Fonte: Folha do Norte (Belém/PA), 02/07/1967