Sudam aprova projetos

O Conselho Técnico da Sudam (Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia), reunido em Belém, em julho de 1967, aprovou dois projetos econômicos. Um, da Companhia Agro-Pastoril do Vale do Campo Alegre, com sede no município de Santana do Araguaia, no Pará, com investimento de 6,3 milhões de cruzeiros novos (valor da época). Outro, da Ovecosa (Óleos Vegetais Coroatá S/A), no município de Coroatá, no Maranhão, destinada a fabricar óleos vegetais de sementes produzidas na região, especialmente de babaçu e algodão, assim como industrialização e comercialização de subprodutos, com investimento de 618 mil cruzeiros novos.

O conselho concedeu isenção total de imposto de renda e adicionais à empresa Produtos Vitória, de Belém. Foi aprovado ainda um termo aditivo a um contrato de 1964, assinado ainda na época da SPVEA (Superintendência do Plano de Valorização Econômica da Amazônia), para a construção de esgotos sanitários em Belém, com a participação da Fundação Sesp (Serviço Especial de Saúde Pública) e Departamento de Águas e Esgotos do Pará.

Fonte: Folha do Norte (Belém/PA), 21/07/1967