O SNI em Serra Pelada

Em maio de 1980, o Serviço Nacional de Informações implantou um sistema para controle e coordenação do garimpo de Serra Pelada, no Pará, que se manteve até outubro de 1983, “quando o serviço se retirou porque esse modelo estava desmoronando”, segundo a avaliação feita pelo geólogo João Bosco Pereira Braga, durante a 42ª Semana de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, realizada em Belém, em outubro de 1985.

Braga disse que o sistema do SNI “facilitou os desmandos, a corrupção e as arbitrariedades contra a população local, além de atrelá-lo a esquemas políticos pessoais”. O SNI afastava todos os que não se submetiam ao seu esquema, permitindo o surgimento da “figura oportunista” de um agente, oficial do Exército, “que havia prestado serviços ao sistema na contrainformação à guerrilha no sul do Pará, no final dos anos 70”.

A referência era ao coronel Sebastião Rodrigues de Moura, mais conhecido como Curió, ex-coordenador de Serra Pelada, eleito deputado federal pelo PDS do Pará.

Fonte: Arquivo Pessoal, 12/1985