Minerais radioativos

Em 1968, a Polícia Federal realizou a operação “X-TH contra o garimpo Atômico”, destinada a apurar a existência de uma rede de contrabandistas de minerais radioativos. Ela foi desencadeada a partir da descoberta de minérios com alto teor de radioatividade em Xambioá e outros pontos do norte de Goiás (atual Tocantins). O principal suspeito de liderar o contrabando era o paraense Vinícius Barbosa de Lima, que havia transportado várias cargas de minério de Xambioá para outras regiões brasileiras.

Fonte: Folha do Norte (Belém/PA), 11/06/1968