Área dos panará interditada

Em março de 1973, o presidente Garrastazu Médici assinou decreto interditando a área habitada pelos índios kreenakarore, na divisa do Mato Grosso com o Pará. O ato teria o objetivo de criar condições para que a Funai, “a salvo de qualquer tipo de ingerência, promova a atração daquele povo indígena”.

Os efeitos da interdição permaneceriam até a Funai poder propor ao Ministério do Interior a criação da reserva indígena “destinada ao ‘habitat’ definitivo dos kreenakarore” (cujo nome correto é panará).

Durante esse período, a Fundação Nacional do Índio poderia requisitar o auxílio da Polícia Federal no sentido de que “sejam impedidos ou restringidos o ingresso, o trânsito e a permanência de pessoas ou grupos, cujas atividades sejam julgadas nocivas ou inconvenientes ao processo de atração daquele grupo indígena”.

Fonte: O Estado de S. Paulo (São Paulo/SP), 10/03/1973