Alumar aumenta produção

Em 1989, a Alumar, instalada em São Luís, no Maranhão, iniciou um programa de investimento de US$ 270 milhões para elevar sua capacidade de produção de alumínio primário de 245 mil para 328 mil toneladas/ano. Os custos desse investimento seriam integralmente cobertos pela Billiton Metais, subsidiária da Shell, que, assim, elevaria sua participação societária a 44% do capital.

Com a expansão, a Alumar se tornaria a maior indústria de alumínio do Brasil e uma das maiores do mundo. Dos 235 mil toneladas que produziu em 1988, a Alumar exportou 150 mil toneladas, que lhe permitiram faturar US$ 340 milhões em divisas.

Fonte: O Estado de S. Paulo (SP), 18-08-1989