Governo veta Summer

Em novembro de 1977, o governo federal proibiu o Summer Institute of Linguistics (Instituto Linguístico de Verão) de continuar atuando em áreas indígenas no Brasil, onde fazia ao mesmo tempo o estudo das línguas e ação missionária.

Com sede em Brasília, o SIL mantinha quase 200 pesquisadores-missionários em Manaus, Porto Velho, Cuiabá e Belém, principal área, com 44 participantes. Durante 15 anos o instituto atuara em diversas áreas indígenas. Mesmo depois da proibição, continuou nas bases fazendo traduções da Bíblia para diversas línguas indígenas.

Fonte: O Estado do Pará (Belém/PA), 14-01-1985