Vita Lopes condenado

 Julgado pela segunda vez a 15 de maio de 1993, o advogado James Sylvio de Vita Lopes foi novamente condenado a 21 anos de prisão pelo Tribunal do Júri de Ananindeua, no Pará, responsabilizado pelo assassinato do ex-deputado estadual Paulo Fonteles de Lima. A nova sentença repetiu a do julgamento anterior, de março do mesmo ano. A pena teria que ser cumprida em regime fechado.

Fonte: A Província do Pará (Belém/PA) 16-05-1993