Mortes nas fazendas

O fazendeiro Fábio Abreu Vieira, dono da fazenda Mata Azul, em Xinguara, no sul do Pará, e o veterinário Antônio Carlos Stivalle, gerente da fazenda Parreira do Pará, foram mortos em setembro de 1993. A área da fazenda Mata Azul era ocupada por 300 famílias. A polícia foi acusada de praticar arbitrariedades quando caçava os autores das duas mortes.

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) estranhou que a ação policial se tenha baseado num mandado emitido pela juíza de Curionópolis, Rosana Lúcia Canelas Bastos. A jurisdição em Xinguara era exercida pelos juízes de Rio Maria ou de Conceição do Araguaia.

Fonte: O Liberal (Belém/PA), 25-09-1993